0

Dieta da Proteína

Há muito tempo venho acompanhando reportagens, artigos, críticas, elogios além dos prós e contras a respeito dessa dieta. Venho já há muito tempo relutando em não aderir a dietas de "modismos". Nunca acreditei em dietas milagrosas, sempre recorri a medicamentos com receitas emitidas por endocrinologistas. Na sua grande maioria, foram endócrinos "mágicos", que encontravam na mistura de muitas drogas a receita que nos indicava o caminho para emagrecimentos rápidos e milagrosos. Porém, na sua grande maioria também, e como já era de se esperar, passado o momento de "Cinderela", o organismo me devolvia a forma de "Abóbora".
Eu vivi isso desde minha adolescência. Hoje, com 49 anos, numa fase de menopausa onde sinto todos os desconfortos oferecidos por ela, consegui alcançar os primeiros três dígitos da balança. 
Decidi de que não quero mais isso para minha vida. Não quero mais medicamentos. Quero conseguir um incentivo para aprender a lidar com a obesidade. Não quero passar por cirurgias agressivas como a Bariátrica ou outra parecida. Preciso aprender a me exercitar, a entender de que meu corpo é meu templo sagrado e de que preciso cuidar dele. Preciso oferecer-lhe condições para que ele possa me proporcionar uma vida de qualidade.
Então, na última quarta-feira, entrei numa casa de produtos naturais muito antiga aqui na minha cidade; conversando com a proprietária da loja, pedi a ela que me indicasse alguma coisa que pudesse me ajudar na redução de peso. Ela me respondeu: "...a ajuda que você procura está dentro da sua cabeça; não existem recursos que agem sozinhos. Eles precisam do comando do seu cérebro para funcionarem. Se você não determinar para você mesma de que precisa viver mais e ainda com qualidade de vida, não há recurso para luta contra a obesidade que te ajude." Esta conversa me ajudou muito. 
Ela então indicou-me a "Dieta da Proteína", porém acompanhado de suplementos para que ela não se torne algo agressivo. Deixou claro de que só poderia fazer isso durante uma semana e que eu procurasse me pesar todos os dias de manhã. Caso a diferença de um dia para outro chegue a 700grs, então teria de alternar os meus dias de dieta com uma alimentação saudável, incluindo carboidratos e todo tipo de legumes cozidos e crus. 
Comecei ontem mesmo. E o resultado apresentou-se diante de mim na balança hoje pela manhã.
Não quero ficar aqui postando quanto eliminei de ontem para hoje, mas posso garantir de que foi um resultado no qual nunca acreditei que pudesse acontecer. Ontem ingeri proteína e muita água, alternando com chá. Tudo mais magro, não ingeri coisas com muita gordura como as dietas que lemos que são carregadas de gordura... Durante o dia foi tranqüilo, não senti fome. Já à noite, foi mais difícil, mas mesmo assim consegui seguir. Comi uma porção a mais de queijo do que deveria, mas mesmo assim valeu a pena. Vou postar aqui meu cardápio diário e atitudes que possam me motivar a continuar em frente. 
Mas só por hoje, já está valendo a pena!



0 comentários:

Postar um comentário